Entrevista com o ilustrador Cristiano Suarez

Por: Josi Gomes

15037163_1176285492458916_1457500928187797121_n-1

O universo dos livros infantis é o começo de uma paixão que pode durar pelo resto da vida.

Buscava um ilustrador para ilustrar a Coleção Consciente de Educação Financeira,  depois de uma longa busca, tive a satisfação de conhecer Cristiano Suarez. Conversamos pessoalmente cerca de 20 minutos sobre o que  seria o projeto. No dia seguinte, eu já tinha em meu whatsapp, uma ideia de como  seria “Júlia”, a protagonista desta obra. E acredite, poucas mudanças foram sugeridas ao desenho da  personagem. Pensei “ele capitou direitinho o que eu imaginava”. Foi um trabalho  intenso, porém, muito divertido também. Tornei-me fã de carteirinha dos trabalhos dele, e três meses depois de lançar a coleção de 12 livros, escrevi, “O Mundo Sustentável de Júlia Começa em Casa”, mais uma vez, outra obra ilustrada por Cristiano Suarez.

Ele nos concedeu uma entrevista, onde tenho a honra de compartilhar com todos vocês.

Ed. CAB| Quem é Cristiano Suarez? Conte um pouco sobre sua trajetória. Como você chegou a tornar-se ilustrador? Foi uma coisa que você sempre quis fazer desde criança, ou foi acontecendo?

C.S| Sou natural de Palmeira dos Índios. Desde criança adorava desenhar, meu passatempo predileto era ler histórias em quadrinhos de super-heróis, essa foi uma das minhas maiores influências. – Sabe aquela pergunta clássica, “O que você vai ser quando crescer?”, minha resposta sempre foi: Desenhista! Comecei desenhando para os colegas de escola, feiras de ciências e coisas do tipo, as demandas foram aumentando até eu me tornar um ilustrador profissional. Sou formado em Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda, tenho feito muitas ilustrações para o meio musical, capas de discos e ilustrações especialmente de livros infantis.

Ed. CAB| Como é seu processo criativo? O que te inspira?

C.S| Geralmente tento cair de cabeça na ideia. Leitura é fundamental, procurar obras de artistas que se encaixariam ajuda a abrir a cabeça. Então, após isso tudo é hora de colocar os rascunhos na ponta do lápis. Ah, não posso esquecer da música! Ela é minha companheira inseparável.

20170208_161308

Foto: acervo pessoal

Ed. CAB| Como foi o desafio de ilustrar a “Coleção Consciente de Educação Financeira”? Afinal foram nove livros ilustrados em tempo recorde.

C.S| Eu já havia ilustrado para o público infantil, então já sabia um pouco do caminho que eu teria que percorrer. A maior dificuldade é o público, crianças são extremamente exigentes, e acredite, até mais que a maioria dos adultos!

fundamental1

Ed. CAB| Como se sente em saber que os livros desta coleção que traz como personagem principal Júlia, de sua criação, encontra-se nas mãos de crianças de muitas escolas brasileiras?

C.S| Eu fico bastante feliz e vibro muito com isso. É a plena sensação de dever cumprido. Espero que Júlia quebre inúmeras fronteiras além mar!

fundamental2

Ed. CAB| Que conselhos você daria para quem está começando nessa carreira?

C.S| Pode parecer cliché, mas estudar é sempre o melhor caminho. Estude quem você admira como artista, leia sobre ele, estude técnicas, estude cores, estude tudo que puder. Quanto maior a bagagem, maiores as possibilidades de quem trabalha com criação.

O_Mundo_Sustentavel_de_Julia_Comeca_em_Casa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *